Primeira Vez


Lembro-me da primeira vez que andei de bicicleta sem pedais.

Lembro-me da primeira vez em que consegui ler uma palavra sem gaguejar.

Lembro-me da primeira vez que li um livro de “gente grande”.

Lembro-me da primeira vez que andei de avião.

Lembro-me da primeira vez que fui ao cinema.

Lembro-me da primeira vez que me apaixonei.

E a conclusão que tiro, após rever todas essas lembranças, é que há um sentimento que é comum a todas essas primeiras vezes: aquele friozinho na barriga, aquele aperto bom no peito, aquele sorriso que teima em não sair do nosso rosto.

Sermos capazes de fazer algo pela primeira vez, quer seja a nossa primeira vez ou a primeira vez no mundo, é sempre um grande prémio. Pode nem nos levar a lado nenhum, mas sabemos que fomos mesmo capazes de o fazer, leva-nos a questionar as nossas capacidades, os nossos limites, até onde poderemos ir, o que iremos fazer a seguir. E eu acho que isso é um bom desafio para toda a gente. Todos precisamos de sentir o brio, o orgulho da primeira vez. Se já soubermos tudo, se já tivermos feito tudo… Qual é a piada da vida? A piada está em experimentarmos coisas novas, em sermos capazes de nos superarmos a nós próprios, em sermos capazes de saborear a primeira vez como se fosse a última. 

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Love Yourself

Feliz Natal! | 2016

10 Factos Curiosos sobre Harry Potter