"Cidades de Papel", o filme | Review


Olá, dreamers!

Então, pela primeira vez, eu venho fazer a review de um filme e, antes de dar quaisquer outros dados, eu queria primeiro dar uma pequenina informação. Eu li o livro (Cidades de Papel, por John Green) antes de ver o filme, por isso eu já conhecia a história. De qualquer das formas, eu ia com algumas expetativas e posso anunciar que não fiquei desiludida, mas posso dizer também que as minhas expetativas não foram excedidas. Seja como for, perceberão os meus motivos mais para a frente. 


FICHA TÉCNICA:

Título Original: Paper Towns
Elenco: Cara Delevingne, Nat Wolff, Austin Abrams, Halston Sage, Jaz Sinclair, Justice Smith
Dirigido por: Jake Schreier
Produtores: Marty Bowen, Wyck Godfrey
Roteiro: John Green, Michael H. Weber, Scott Neustadter
Género: Aventura, Mistério, Romance
Duração: 109 minutos
Estreia Nacional: 23 de julho de 2015

Trailer aqui.










Sinopse: «"Cidades de Papel" é uma história sobre amadurecimento, centrada em Quentin e em sua enigmática vizinha, Margo, que gostava tanto de mistérios, que acabou se tornando um. Depois de levá-lo a uma noite de aventuras pela cidade, Margo desaparece, deixando para trás pistas para Quentin decifrar. A busca coloca Quentin e seus amigos em uma jornada eletrizante. Para encontrá-la, Quentin deve entender o verdadeiro significado de amizade – e de amor.»


Agora a minha opinião...

Como eu já disse em cima, não fiquei desiludida com o filme porque acho que é muito bom e a história é muito interessante (não fosse este filme adaptado do meu livro favorito), mas também não excedeu as minhas expetativas. Acontece que é normal que o livro seja mais pormenorizado, mas acho que os produtores ou diretores (ou whatever) ignoraram alguns pormenores que poderiam ter sido interessantes para o filme. Ou seja, esqueceram-se de alguns pormenores e modificaram algumas cenas. No geral, eles foram fiéis à história, mas depois quando vamos a pensar nos pormenores o caso muda de figura. 



Fiquei super feliz por, no geral, não terem alterado as citações: houve um momento do filme, a meio de uma citação, em que há uma pequena pausa e eu fiquei bastante orgulhosa de mim própria ao conseguir terminar a citação. Pronto, isto foi só um aparte.

Se tiverem oportunidade, sim, vão ver o filme, mas, se puderem, leiam o livro também. Lá o final é mais desenvolvido e tem alguns pormenores diferentes, por isso acho que vale a pena. 


Citações Favoritas: 

- Talvez ela gostasse tanto de mistérios que se acabou por tornar um. (Quentin)

- Tu vais para as cidades de papel e nunca mais voltas

- Ela não era um milagre. Ela não era uma aventura. Ela não era uma coisa boa e preciosa. Ela era uma rapariga. (Quentin)

Depois há mais umas quantas que eu adoro, mas não posso pô-las aqui todas! 

Espero que tenham gostado da minha review! Deixem nos comentários a vossa opinião sobre o filme, se já viram, ou o livro, se já leram, e digam-me se devo continuar a fazer reviews

Beijinhos, 
'Nês 

Comentários

  1. Estou super curioso para ver este filme, já que adorei a Culpa é das estrelas. Achas que este é melhor que o primeiro?

    Visita o meu blog e deixa uma ou mais perguntas =)

    http://abpmartinsdreamwithme.blogspot.com/2015/07/q-facam-as-vossas-perguntas.html

    ResponderEliminar
  2. Adorei a review, e estou ansiosa por ler o livro e ver o filme!
    Beijinhos,

    Girly World Novo Post

    ResponderEliminar
  3. Tenho o livro há imenso tempo e acabou sempre por ficar esquecido. Como também quero ver o filme, lá ganhei coragem e comecei a ler o "Paper Towns". Até agora ainda não me fascinou, mas pode ser que até ao final mude de opinião. Agora é terminá-lo depressa para poder ver a adaptação cinematográfica :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Love Yourself

Feliz Natal! | 2016

10 Factos Curiosos sobre Harry Potter