5 Objetivos para o Futuro

Como já disse inúmeras vezes, não sou uma pessoa que goste de delinear objetivos específicos para um ano porque acabo sempre por não os cumprir e, além do mais, não gosto nada de criar expetativas em relação a nada. Gosto de ser surpreendida pela vida. Contudo, este ano, decidi estabelecer cinco objetivos pelos quais me quero reger e que considero que não são objetivos de um ano, mas de uma vida.


Objetivos

  1. Começar a gostar mais de mim como sou e independentemente do que os outros possam achar.
Sou uma pessoa que liga imenso àquilo que os outros pensam sobre mim, mas cheguei à conclusão que isso não importa. O que importa é aquilo que eu penso e eu tenho de me amar como sou, porque se eu não gostar de mim, quem gostará?
 
  1. Esforçar-me sempre ao máximo e focar-me nos objetivos que quero atingir.
Por vezes, acho que estou a dar o melhor de mim e no final chego à conclusão que podia ter dado um bocadinho mais. Assim sendo, a partir de agora, é altura de dar sempre o tudo por tudo para que eu possa ter a certeza de que, se algo correu mal, não foi por falta de esforço e empenho. Só com muito esforço, trabalho e empenho é que podemos alcançar as nossas metas e objetivos.
 
  1. Ser uma pessoa mais positiva e encontrar algo de bom em tudo aquilo que me rodeia.
Confesso que nem sempre sou uma pessoa muito positiva. Tenho muito a tendência de pensar na negativa, até porque assim pode ser que me surpreenda. Contudo, se olharmos para o mundo à nossa volta com um olhar mais positivo, vamos sempre encontrar algo de bom naquilo que nos acontece e que se passa à nossa volta e isso far-nos-á pessoas mais felizes.
 
  1. Aprender coisas novas e sair da minha zona de conforto.
O saber não ocupa lugar e eu sou uma super defensora desta máxima. Aprender coisas novas é sempre algo bem-vindo e eu gosto imenso sempre de saber mais e mais. E aí entra a parte de sair da minha zona de conforto. Quero aprender coisas que me façam arriscar mais e fazer coisas a que não estou habituada, visto que nesse aspeto me considero uma pessoa um pouco comodista.
 
  1. Persistir, insistir mas não desistir.
Não é que me orgulhe do que vou dizer, mas eu sou uma pessoa que pensa várias vezes em desistir das coisas quando elas não correm como quero. Quando algo se torna demasiado difícil, quando eu sinto que estou a atingir os meus limites, seja relacionado com o que for, eu penso rapidamente em desistir. Isso é sem dúvida algo que quero mudar. A partir de hoje, persisto, insisto mas nunca desisto.

 
E são estes os meus objetivos para 2017 e que se alargam a todos os anos que aí bem. Basicamente, acho que consistem em fazer de mim uma pessoa mais positiva, mais esforçada, mais feliz comigo mesmo e com os outros. Espero que todos os vossos objetivos se concretizem e que este ano seja um ano feliz!

Beijinhos,
Dreamcatcher

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Love Yourself

Feliz Natal! | 2016

10 Factos Curiosos sobre Harry Potter