Pele Atópica - o que é, quais os sintomas, recomendações e tratamentos

Olá, dreamers.

Hoje trago-vos uma publicação um bocadinho diferente, mais informativa, mas que me diz respeito de alguma forma e que o pode dizer também a vocês. Assim, eu achei que seria interessante falar-vos um bocadinho sobre este tema, quem sabe ensinar-vos algo mais.

Desde pequena que tenho um problema de pele chamado pele atópica e é sobre esse problema de pele que venho falar-vos hoje. É bastante comum, sendo que há pessoas que o têm sem saber, e, por isso mesmo, venho falar-vos hoje sobre o que é pele atópica, quais os sintomas, dar-vos algumas recomendações e falar-vos de alguns tratamentos.

- O que é a pele atópica?
A pele atópica é uma condição cutânea que é bastante frequente nas crianças, mas que pode manifestar-se igualmente nos adultos, acompanhando-os durante toda a sua vida.
Segundo a dermatologista Teresa Fiadeiro [fonte]: “Falamos da pele de alguém que sofre de atopia, uma alteração geneticamente determinada que predispõe o indivíduo a reagir com intensidade excessiva aos estímulos ambientais e o torna mais suscetível a poder vir a sofrer de uma das várias doenças ditas alérgicas, como a dermatite atópica, a rinite alérgica e a asma brônquica.”

- Quais os sintomas deste problema de pele?
Esta condição cutânea manifesta-se através de pele seca, em determinadas áreas, sendo essas áreas mais sensíveis aos agentes externos e podendo causar respostas inflamatórias. No caso de se verificar dermatite atópica, ou eczema, pode sentir-se bastante comichão nas zonas afetadas, o que pode gerar vermelhidão e feridas. Pode ainda verificar-se uma alteração do tom de pele no local afetado, passando este a ser mais claro ou mais escuro que o tom normal.

- Recomendações e Tratamentos
Se estas manifestações/sintomas se verificar em vocês recorrentemente ou por longos períodos, deverão consultar um médico dermatologista, para terem a certeza de que sofrem de pele atópica e dermatite atópica ou não. Só depois do diagnóstico deverão iniciar os tratamentos.
Os tratamentos são, normalmente, à base de medicamentos, nomeadamente, anti-histamínicos para aliviar a comichão. Para tratar o eczema em si, o mais frequente é recorrer-se a pomadas com cortisona, a serem aplicadas nas zonas afetadas.
 
Eu tenho este problema desde criança, mas ele agravou quando atingi os 14/15 anos, provavelmente por causas hormonais. Neste momento, tenho várias pomadas com cortisona para aplicar sempre que me sentir pior, tenho um creme e um gel de banho específicos para a minha pele e ainda anti-histamínicos para tomar caso esteja realmente com muita comichão – tudo isto receitado por um dermatologista. Portanto, não tomem nada sem consultarem um médico.
 
Espero que tenham aprendido algo e que esta publicação vos tenha sido útil. Há alguém aí desse lado que, como eu, tenha este problema de pele? Contem-me tudo!

Beijinhos,
Dreamcatcher

Comentários

  1. Não fazia ideia quais eram as consequências nem como poderíamos melhorar, adorei as tuas dicas, ajudam bastante!
    www.styledays.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo assim, fico feliz por ter "ensinado" alguma coisa, ahah! Obrigada pelo teu comentário!
      Beijinhos.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Love Yourself

Feliz Natal! | 2016

10 Factos Curiosos sobre Harry Potter