Dia 13: o que pensas do teu corpo

Amar-me nem sempre é fácil e linear. Tem dias que é algo totalmente natural, como me levantar todos os dias da cama, mas tem outros em que é quase doloroso tentar gostar de mim. Há dias em que é muito fácil acordar, olhar-me ao espelho e apontar todos os erros e todas as coisas que detesto em mim. Tenho tentado mudar isso e controlar os dias maus, para que os bons sejam mais frequentes e mais valiosos.

Há coisas que adoro no meu corpo e há outras que nem tanto, mas começo a perceber que isso é normal. Não somos perfeitos e temos a consciência disso, daí não gostarmos de tudo em nós. É importante termos consciência dos nossos defeitos e imperfeições, pois só assim poderemos começar a aceitarmo-nos tal com somos. Eu já comecei a percorrer esse caminho há algum tempo: já me mentalizei que mudar está apenas nas minhas mãos e que aceitar-me como sou é fundamental.


Ainda que nem todos os dias sejam perfeitos, eu sei que há muita coisa em mim que não é perfeita, que tenho os meus defeitos e os meus feitios, mas sou feliz e, acima de tudo, gosto cada vez mais de mim. 


Peço desculpa por não ter feito este post ontem, mas não consegui mesmo.

{Para encontrarem as informações sobre este desafio e o primeiro post basta clicarem aqui. Ah, e já sabem que para irem acompanhando as novidades todas basta seguirem o Instagram do blogue.}

Comentários

  1. olá querida :) gostei muito do teu blog
    concordo tanto contigo mas devo dizer que já estou muito melhor, antes odiava quase todos os dias a minha aparência e agora raro é o dia em que isso acontece :)
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este é um processo lento mas que vale muito a pena! :)

      Obrigada e beijinhos

      Eliminar

Enviar um comentário